Categorias
Sem categoria

PETR4 sob nova direção e preço do combustível

Foi um fim de ano movimentado para a maior empresa de petróleo brasileira. Na sexta, o novo presidente, Jean Paul Prates, foi indicado e, ontem, em seu primeiro dia, Lula já tomou sua primeira decisão para a companhia.

O novo CEO da Petrobras é senador pelo PT, economista e especialista no setor de energia. De imediato, o escolhido já garantiu que a política de preços será alterada, o que preocupa os investidores.

Desde o início de outubro, a empresa já perdeu quase R$ 100 bilhões em valor de mercado, e o pregão de hoje deve indicar o sentimento do mercado financeiro.
A Petrobras distribuiu mais de R$ 217 milhões em dividendos no ano passado e reduziu em quase US$ 100 bilhões seu endividamento nos últimos anos. Daqui pra frente, a preocupação é que empresa volte aos dias de vermelho.

Mas e o preço na bomba, como fica?
Considerado um dos mais populares indicadores da economia, o valor da gasolina e seus pares na bomba depende dos próximos passos de Lula e Prates.

Já em seu primeiro dia, Luiz Inácio prorrogou a isenção de impostos federais sobre os combustíveis criada por Bolsonaro, por mais dois meses. Isso representa um impacto na gasolina de R$ 0,69 na bomba.

A desoneração também custará R$ 52 bi no novo orçamento, uma receita considerável, tomando como base o déficit de R$ 220 bilhões anual previsto nas contas públicas.

PS: A Petrobras esclareceu que ainda não foi comunicada formalmente da indicação de Jean Paul Prates à presidência da companhia e ele poderá sofrer oposição pela Lei das Estatais.

Publicidade
Categorias
Sem categoria

Queda do Ibovespa e privatização da Eletrobras

Enquanto o exterior fechou nas alturas, nosso principal índice caiu 0,53%, aos 115.686 pontos. O culpado da vez foi o minério, que impactou fortemente a Bolsa.

Explicando… O Ibovepsa é um índice composto por várias ações, algumas com mais peso que outras, dependendo do seu tamanho.

A Vale faz parte do grupinho das que mais impactam e, como é fortemente influenciada pelos preços do minério, acabou pesando sobre o Ibovespa.

A novela da Eletrobras

Está marcada, para hoje, uma votação que avalia a privatização da Eletrobras. Ontem, no entanto, o ministro do TCU, Vital do Rêgo, disse que vai pedir um prazo extra para análise no processo — o que pode impedir que a privatização se concretize este ano.

Por quê? Segundo o governo, a oferta de ações da Eletrobras precisa acontecer até maio, pois muitos fundos não podem fazer investimentos perto do período eleitoral. A famosa perda do timing.